BrasilEducaçãoSegurança e Defesa Civil

PF identifica e age contra quem divulgou imagens dos cadernos de questões durante as provas do Enem 2023

[Foto: Ilustrativa]

A Polícia Federal (PF) intensificou sua atuação no monitoramento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023, identificando e agindo contra oito pessoas que divulgaram imagens dos Cadernos de Questões durante as provas do primeiro domingo, realizadas em 5 de novembro. As imagens foram detectadas por meio do monitoramento conjunto do Ministério da Educação (MEC) e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que prontamente acionaram a PF para investigar as irregularidades.

A PF conduziu oitivas com os responsáveis pelas divulgações irregulares nas cidades de Caruaru (PE), Natal (RN), Cornélio Procópio (PR) e Brasília (DF). Além disso, diligências estão em andamento no Rio Grande do Sul e no Ceará. A operação também resultou na apreensão de materiais suspeitos de serem usados para aplicação de fraude ao exame em Maceió (AL) e Vitória da Conquista (BA).

A ação da PF conta com a colaboração de empresas responsáveis pelo gerenciamento de mídias sociais, que foram oficializadas para preservar as imagens das provas e auxiliar no rastreamento das postagens. Até o momento, não há informações sobre postagem de conteúdo da prova antes do horário estipulado para o início da aplicação.

A segurança do Enem 2023 envolve uma atuação integrada de profissionais de diversas áreas, monitorando o armazenamento e a distribuição dos malotes de provas. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), coordena a integração das instituições participantes, incluindo MEC, Inep, PF, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério da Defesa (MD), Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), Secretarias de Segurança Pública, guardas municipais e outras entidades envolvidas. A atuação de cada órgão é realizada dentro de sua atribuição legal.

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do MEC.

error: Não é possível copiar.