EducaçãoRio Grande do Sul

Mapeamento do MEC identifica danos em escolas e instituições educacionais do RS

[Foto: Divulgação / Gustavo Mansur / Palácio Piratini]

Em visita ao Rio Grande do Sul neste domingo (05/05), o Ministro da Educação, Camilo Santana, destacou a importância da união entre todos os poderes para o resgate das vidas afetadas pelas fortes chuvas no estado. Acompanhado da secretária de educação do estado, Raquel Teixeira, Santana reforçou o compromisso do Ministério da Educação (MEC) em auxiliar no processo de reconstrução.

O grupo, que incluía também o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), outros ministros e líderes dos poderes Legislativo e Judiciário, acompanhou de perto as ações de socorro e assistência do Governo Federal à população gaúcha.

O Ministério da Educação informou que está trabalhando no levantamento dos estragos em escolas e instituições educacionais. De acordo com o último levantamento do Governo do Rio Grande do Sul, 664 escolas foram afetadas, em 224 municípios. Dessas, 250 estão danificadas e 36 estão sendo utilizadas como abrigo.

Além disso, unidades dos Institutos Federais mais próximos à área afetada estão atuando como pontos de distribuição de mantimentos e auxílio aos desabrigados.

Após reunião com autoridades estaduais, Santana reforçou o compromisso do MEC em ajudar na reconstrução do estado, especialmente na área da educação. “Vamos juntos recuperar a educação, devolvendo todas as escolas às crianças e aos jovens do Rio Grande do Sul. As equipes do Ministério da Educação vão atuar de forma prática para encontrar elementos para viabilizar uma recuperação mais rápida, menos burocrática”, anunciou Santana.

Segundo informações da Defesa Civil, atualizadas às 12h30 deste domingo, 336 municípios gaúchos foram afetados pelas chuvas, com 16.600 pessoas em abrigos e 88 mil desalojados. O número oficial de mortes é de 77, com outras quatro em investigação, além de pelo menos 108 desaparecidos e 155 feridos. Há também 214 pontos de bloqueio de vias.

error: Não é possível copiar.