Cresce o número de vítimas da tragédia em Petrópolis

[Foto: Rogério Santana / Governo do RJ]

Subiu para 94 o número de pessoas que perderam a vida na tragédia que atingiu o município de Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro, na terça-feira (15/02). 24 pessoas foram regatadas com vida até o momento e 372 estão desabrigados.

De acordo com o Governo do Estado, a chuva registrada em Petrópolis nesta terça-feira, que causou deslizamentos e enchente, deixando diversas áreas atingidas foi a maior desde 1932, quando foi iniciada a medição do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no município.

Leia também: Chuva causa destruição em Petrópolis, RJ

O Governador Claudio Castro, chegou em Petrópolis na noite de terça-feira e segue acompanhando as equipes de busca e salvamento. Claudio Castro ressaltou que o papel do estado é atender a população e informou que irá investir o necessário para a reconstrução do município: “Estamos em um esforço conjunto de diferentes esferas para lidar com essa tragédia. Nosso papel agora é atender a população, colocar a vida na cidade para funcionar novamente. Mobilizamos equipes e maquinários e vamos investir o que for preciso para a reconstrução desse município e tentar minimizar a dor dessas famílias vítimas da chuva. A população de Petrópolis pode ter certeza que não faltará solidariedade de todo o Rio de Janeiro”, disse o Governador.

Ao lado do Prefeito Rubens Bomtempo e do Secretário de Estado de Defesa Civil, Leandro Monteiro, o Governador Claudio Castro concedeu entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (16) e disse que foi registrado 240 milímetros de chuva em duas horas em Petrópolis na terça-feira: “Foi uma chuva altamente extraordinária”, completou. O Governador ressaltou ainda, que as sirenes acionadas pela Defesa Civil no município, “funcionaram perfeitamente”, diminuindo o impacto da tragédia.

Segundo informações do Governo do Estado, 540 bombeiros, 210 policiais militares, 200 policias civis e nove helicópteros atuam no local. O Corpo de Bombeiros montou um hospital de campanha, com capacidade para 10 leitos, onde são prestados os primeiros atendimentos às vítimas.

Por meio de uma rede social, na manhã desta quarta-feira (16/02), o Prefeito de Petrópolis, Rubens Bomtempo, informou que foi decretado luto oficial de três dias no município.

Pessoas Desaparecidas

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), cadastrou até a noite de quarta-feira (16/02), 35 pessoas desaparecidas em razão dos deslizamentos e enchente ocorridos após o temporal. As comunicações estão sendo recebidas pelo Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID/MPRJ), através de sua central de atendimento.

O cadastro é realizado no banco de dados do PLID, contendo informações como características físicas que são compartilhadas pelos familiares.

Para o cadastro de pessoas desaparecidas, é necessário entrar em contato com os canais de comunicação do PLID:

  • Telefone: (21) 22621049
  • E-mail: atendimento.plid@mprj.mp.br
  • Site: www.mprj.mp.br/todos-projeto/plid

Pontos de Apoio

A Prefeitura de Petrópolis informou a listagem dos pontos de apoio disponíveis para o acolhimento da população em áreas de risco em caso de chuva forte.

Segundo a Prefeitura, nos 25 pontos de apoio, a população terá contato com equipe especializada, com atendimento de agentes comunitários, assistente social, agentes da Defesa Civil, representantes da comunidade e responsáveis pelos prédios.

E.M Paulo Freire (Morin)E.M. Prof Nilton Santos (Nogueira)
E. Comunidade Santo Antônio (Alto da Serra)UBS Alto Independência (Independência)
Liceu Cordolino Ambrósio (Centro)CEI Oswaldo Cruz (Quarteirão Ingelhein)
Germano Valente COMAC (Morin)CEI San Charbel (Caxambu)
E.M. Abelardo Delamare (Caxambu)CEI Zilda Arns (Centro)
CEI Paulo DyerE.M Professor Flávio Maciel (Independência)
CEI Carolina Amorim (Cascatinha)E.M. Joaquim Deister (Floresta)
E.M. Geraldo Ventura Dias (Alto da Serra)CEI Tia Alice (Alto da Serra)
CEI Terra Santa (Valparaíso)E.M. Fabrica do Saber (Cascatinha)
CEI São José dos Oblatas (Castelânea)E.M Clemente Fernandes (Alto da Serra)
CEI Belarmino de Souza (Siméria)E.M. Sem. Mario Martins (Caxambu)
CEI Sonia Scudese (Alto da Serra)CEI Lions (Valparaíso)
Recrear (Carangola)
Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Presidente

Em Moscou, Rússia, o Presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista coletiva, que pretende sobrevoar as áreas atingidas em Petrópolis na sexta-feira (18/02).

Bolsonaro informou que seguirá para a Região Serrana, em 2 helicópteros com parte de sua equipe, assim que desembarcar no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. O Presidente informou, ainda, que Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, irá acompanhá-lo na visita.

“Pretendemos já apresentar ao prefeito lá, o que nós podemos oferecer, o Marinho deixou para viajar comigo, o seu secretário de Defesa Civil se faz presente, como é praxe nessas questões né”, disse o Presidente.

Na noite de terça-feira (15/02), Bolsonaro usou de uma rede social para informar que havia acionado os Ministros Rogério Marinho e Paulo Guedes afim de realizar o auxílio imediato às vitimas.

Na quarta-feira (16/02), o Ministério do Desenvolvimento Regional informou que o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, estava deslocando-se para Petrópolis com o objetivo de oferecer apoio do Governo Federal nas ações de resposta ao desastre no município.


Confira a coletiva de imprensa com o Governador Claudio Castro:

Deixe uma resposta

English EN Portuguese PT Spanish ES
error: Não é possível copiar.