Rio de JaneiroSegurança

Programa de Patrulha Escolar e Proteção à Criança e ao Adolescente é lançado no RJ

[Foto: Divulgação/Twitter PMERJ]

A Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, lançou o Programa Patrulha Escolar e Proteção à Criança e ao Adolescente. O lançamento do programa ocorreu na segunda-feira (07/02), no auditório do Quartel-General da PM, no Centro do Rio de Janeiro e contou com a presença do comando da corporação, de um representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e de oficiais responsáveis pela coordenação do programa e execução das rondas escolares.

De acordo com o Governo do Estado do Rio de Janeiro,o Programa é uma reedição do Patrulhamento Motorizado Especial Escolar, o Pamesp, e será inicialmente implementado na Região Metropolitana e Região dos Lagos, sendo futuramente ampliado para as demais regiões do estado.

As equipes atuarão no policiamento com vistas às unidades de ensino até o horário das 22 horas, além do emprego efetivo das patrulhas escolares trabalhando aos sábados.

Com o objetivo de estabelecer contato direto entre os gestores das unidades escolares e os policiais militares atuantes em cada área, será disponibilizado telefones específicos para receber ligações e mensagens através de aplicativos.

O secretário de Estado da Polícia Militar, coronel Luiz Henrique Marinho Pires, informou que as equipes estão instruídas a receberem informações sobre os problemas de alunos dentro e fora do ambiente escolar.

“As equipes estarão instruídas a receber informações sobre problemas com os alunos fora do ambiente escolar, em esferas familiares e residenciais, e assim auxiliar na resolução das questões, acionando inclusive as demais instâncias pertinentes, como delegacias especializadas ou instituições do Poder Judiciário”, declarou o coronel Henrique.

O major da Polícia Militar, Felipe Gonçalves Romeu, responsável pela coordenação do Programa, acredita que a ação fortalecerá a rede das instituições envolvidas.

“As reuniões dos conselhos comunitários de segurança escolar contarão com outros entes do poder público, como Conselhos Tutelares e Varas da Infância e Juventude. Isso fortalecerá a rede de instituições envolvidas, beneficiando a todos”, disse o major Romeu.

Segundo o Governo do Estado, as viaturas, que atuarão no Programa, estarão caracterizadas com uma faixa dourada na lateral e os policiais militares usarão braçais com o emblema do projeto.

Deixe um comentário

error: Não é possível copiar.