GoiásSegurança

Operação da PF investiga doações de campanha não declaradas

[Foto: Ilustrativa]

Nesta terça-feira (09/05), a Polícia Federal deflagrou a Operação O Fiador, com o objetivo de apurar supostas doações de campanha não declaradas pela empresa do ramo de proteína animal a um candidato a agente político do Estado de Goiás em 2010. As investigações, iniciadas em 2019, foram motivadas por relatos de colaboradores em acordo de colaboração premiada homologado pelo STF.

Cinquenta policiais federais cumpriram 11 mandados judiciais de busca e apreensão nas cidades de Aparecida de Goiânia, Goiânia e Luziânia. As doações ilícitas, que ultrapassam R$ 3 milhões, teriam sido utilizadas para irrigar a campanha eleitoral do candidato, configurando crime de caixa 2.

Além disso, as autoridades investigam supostos crimes de associação criminosa, falsidade ideológica para fins eleitorais e lavagem de ativos. O nome da operação é uma referência ao fato de que a empresa e seu sócio atuaram como fiadores das despesas e dívidas de campanha do agente político, sem ter recebido contrapartida em troca.

Com informações da Comunicação Social da PF em GO.

Deixe um comentário

error: Não é possível copiar.