UFRJ comunica intenção de restringir o acesso de não vacinados contra a COVID-19 à aulas presenciais na universidade

[Foto: Alexandra_Koch por Pixabay]

A reitoria da Universidade Federal do Rio de Janeiro divulgou comunicado no qual informa a intenção de restringir acesso de não vacinados contra a COVID-19 em eventual retorno das aulas presenciais.

Confira abaixo a reprodução do comunicado da reitoria da universidade.

“A Universidade Federal do Rio de Janeiro comunica a intenção de restringir, na instituição, o acesso de não vacinados contra a COVID-19 (com esquema completo: dose única, segunda dose ou dose de reforço, conforme estrutura de imunização no estado do Rio de Janeiro) em um possível retorno gradativo às aulas presenciais. A medida, além de primar pelo direito coletivo à saúde, possibilita a volta segura, com probabilidade menor de transmissão do vírus entre os que, presencialmente, irão desempenhar suas atividades nos campi.
Reiteramos a importância inquestionável da vacinação, que salva vidas e diminui a transmissão do Sars-CoV-2, o que pode nos livrar mais rapidamente desta pandemia.
A UFRJ estuda a possibilidade de retorno de todas as atividades práticas presenciais a partir de novembro de 2021 e das aulas teóricas a partir do primeiro semestre de 2022, levando em consideração o aumento ou a diminuição dos casos de COVID-19 no estado.
No entanto, a UFRJ deve atuar no sentido de minimizar quaisquer prejuízos ou restrições a direitos individuais relacionados às atividades acadêmicas.”

Reitoria da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

English EN Portuguese PT Spanish ES
error: Não é possível copiar.