Rio de JaneiroSegurança

Dr. Jairinho e mãe de Henry Borel estão presos

[Foto: Richard Souza / AN]

O vereador Jairo Souza Santos Junior, mais conhecido como “Dr. Jairinho”, e a mãe de Henry Borel, Monique Medeiros da Costa e Silva, foram presos por agentes da 16ª DP (Barra da Tijuca) nesta quinta-feira (08/04). O casal é acusado pela morte da criança.

Segundo divulgado pela Policia Civil do Rio de Janeiro, o resultado do laudo da necropsia apontou que o menino teve hemorragia interna e laceração hepática, provocada por ação contundente, e o corpo da criança apresentava hematomas, edemas e contusões, resultando em suspeitas e dúvidas.

Foram ouvidos, ainda na condição de testemunha, o padrasto, a mãe e outras testemunhas, foram apreendidos telefones celulares e foi realizada uma reprodução simulada do ocorrido, acompanhada por peritos e Ministério Público.

Registros de conversas, recuperados nos aparelhos apreendidos teriam sido fundamentais nas investigações, que seguem em andamento.

A 1ª Promotoria de Investigações Penal Zona Sul e Barra da Tijuca obteve a decretação da prisão cautelar temporária, por 30 dias, do casal. Segundo o Ministério Público, Dr. Jairinho e Monique são suspeitos de atrapalhar as investigações que apuram a morte de Henry.

Pedidos de busca e apreensão do celular da babá de Henry e a quebra de sigilo de dados do casal também foram deferidos pela justiça.

Deixe um comentário

error: Não é possível copiar.