Rio de JaneiroSegurança

Associação Médica lamenta os assassinatos de médicos na Barra da Tijuca

A Associação Brasileira de Médicos com Expertise em Pós-Graduação (Abramepo) manifestou profundo lamento pela trágica perda dos médicos Perseu Ribeiro de Almeida, Marcos Andrade Corsato e Diego Ralf Bonfim, que foram vítimas de um ataque a tiros na Barra da Tijuca, durante o período de realização do Congresso Internacional de Ortopedia no Rio de Janeiro. O ocorrido também deixou um quarto médico ferido e hospitalizado.

Os profissionais foram surpreendidos por um ato de violência enquanto estavam em um quiosque na praia da Barra da Tijuca, resultando em fatalidades que deixaram a comunidade médica consternada e em luto. A Abramepo expressou sua solidariedade e condolências às famílias das vítimas e declarou se unir à população na busca por respostas rápidas e na exigência de justiça para a elucidação desse ato covarde.

Neste momento difícil, afirmou ter por prioridade desejar uma plena recuperação ao médico ferido e envidar esforços para garantir que a verdade seja estabelecida. A sociedade brasileira anseia por uma resposta à altura desse ataque brutal. .

Confira, a seguir, reprodução de nota da associação.

Nota de Pesar sobre a morte dos médicos no Rio de Janeiro:

A Associação Brasileira de Médicos com Expertise em Pós-Graduação (Abramepo) lamenta profundamente a morte dos médicos Perseu Ribeiro de Almeida, de 33 anos; Marcos Andrade Corsato, 63 anos; e Diego Ralf Bonfim, 35 anos, que participavam de um Congresso Internacional de Ortopedia no Rio de Janeiro.
Os três foram executados a tiros na madrugada desta quinta-feira, quando estavam em um quiosque na Barra da Tijuca. Um quarto médico também foi baleado na ação e está internado.
Neste momento de dor, nos solidarizamos com as famílias das vítimas e fazemos coro à população, que cobra uma resposta rápida para a elucidação desses crimes. Da mesma forma, desejamos plena recuperação ao quarto médico que foi vítima da emboscada.
A sociedade brasileira precisa de uma resposta à altura deste ataque covarde. A Abramepo deseja que as famílias encontrem paz e força para passar por esse momento de luto e deseja que a Justiça seja feita.

Associação Brasileira de Médicos com Expertise em Pós-Graduação (Abramepo)
error: Não é possível copiar.