Operação contra comércio de cigarros falsificados no RJ

[Foto: André Gomes de Melo / Governo do RJ] [Texto: Ascom / Governo do RJ]

A Força-Tarefa da Polícia Civil de combate às milícias, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), realizou uma grande operação, nesta quinta-feira (14/01), para coibir o comércio e o varejo de cigarros falsificados.

Durante dois meses de investigação, os agentes identificaram 143 pontos de vendas, a maioria em regiões dominadas pela organização criminosa. Cerca de 800 mil cigarros ilegais foram apreendidos, 102 pessoas foram conduzidas para serem ouvidas na Cidade da Polícia e serão indiciadas por contrabando.  

De acordo com a Polícia Civil, o comércio de cigarros falsificados tem renda estimada em torno de R$ 12 milhões por mês. Segundo a Associação de Produtores de Cigarros, só no estado do Rio de Janeiro há perda de arrecadação de impostos de aproximadamente R$ 480 milhões por ano com a venda ilegal.  

A operação contou com apoio de delegacias especializadas e distritais da Baixada Fluminense. Na ação, os agentes também recuperaram materiais de saúde desviados da rede pública e prenderam duas pessoas em flagrante envolvidas neste crime. As equipes também apreenderam 40 máquinas caça-níqueis durante a ação.

Deixe uma resposta

English EN Portuguese PT Spanish ES
error: Não é possível copiar.